domingo, 30 de agosto de 2009

As transformações que apagam as memórias


Imagine o dia do seu casamento. Imagine o momento da foto do casal que vai eternizar aquela felicidade. Certamento o cenário escolhido será o mais importante e bonito para que sirva de moldura para esse sentimento...

Até os anos 60, a "Fonte São Pedro" era esse lugar. Localizada na região conhecida como "fazendinha" na região do Tremembé onde hoje fica a avenida Maria Amália Lopes de Azevedo. Os casais que moravam na região iam até lá e eram fotografados.

Hoje o local está completamente abandonado. Um supermercado foi construído bem em frente no final dos anos 70. Hoje a rede propiretária do local é o Sonda Supermercados. Que usa a construção histórica como depósito de caixas de madeira.

Estive lá ontem à noite quando fiz a foto acima na cara e na coragem. Hoje, dia de sol e calor, voltei ao local para fotografar novamente, inclusive a queda d´água que fica ao lado. Fui até a gerência para obter mais informações e uma autorização para fazer as fotos. Ninguém soube me informar nada a respeito. A única informação certeira: fotos do local só com autorização.

Pergunto: o Condephat está de olho nesse patrimônio histórico do bairro? A rede de supermercados Sonda pode utilizar uma consturção histórica como depósito de caixas de madeira, colocar um portão e impedir o acesso público ao local?

Talvez o que ainda mantenha o local de pé são as orações dessa "senhorinha" (sic) que está na foto.

Vá lá e veja pessoalmente. O endereço é: Avenida Maria Amália Lopes de Azevedo, 1251 - Tremembé.

2 comentários:

Jess disse...

não é bem esse o ponto do texto mas... acho bizarro que na zona leste na decada de 90 se tirasse esse tipo de foto numa junção de 3 avenidas (av. são miguel, av. amador bueno e estrada de mogi das cruzes, acho) que é popularmente conhecida como curva da morte.

Solange disse...

Estive lá nesse supermercado e percebi o barulho de água, quando vi o que é e o jeito que está, me revoltei. Este lugar certamente era muito bonito e agora está totalmente destruído e a queda d'água está poluída, numa época em que se valoriza tanto a natureza esse supermercado dá um péssimo exemplo ao não conservá-la.